Atendimento Personalizado

Porque a Confraria da Horta considera os seus clientes como a razão do ser do seu desempenho, privilegia o contacto diário, através de um atendimento personalizado.

Para tal, possui uma equipa de atendimento telefónico que contacta diariamente a sua carteira de clientes, recebedo os seus pedidos para entrega no dia seguinte.

Este processo tem sido alvo de grandes elogios por parte dos nossos clientes, que se sentem totalmente tranquilos e confiamos que todos os dias recebem o produto que necessitam com a máxima qualidade, através de um serviço de excelência.

Assim, seguindo uma lógica de atendimento personalizado, estabelecemos uma forte ligação e conhecimento das necessidades e exigências de cada cliente.

Dica da Nutricionista

Fritos

Os fritos estão bastante associados à época natalícia e são responsáveis pela maior parte das doenças cardiovasculares associados ao açúcar, como no caso das filhoses, rabanadas e azevias ainda se tornam mais perigosos.

Para evitar que sejam tão prejudiciais deve-se utilizar para fritar o azeite ou o óleo de amendoim, que para além de serem gorduras vegetais, suportam temperaturas mais altas.

Utilizar utensílios antiaderentes, que necessitam de menor  quantidade de gordura, fritar sempre a uma temperatura constante, que não ultrapasse os 180ºC e utilizar a gordura de fritar apenas uma vez ajuda a diminuir os efeitos nocivos dos fritos. Depois de fritar colocar papel absorvente para tirar o excesso de gordura.

Os fritos devem ser consumidos muito esporadicamente e em pouca quantidade.

Frutos secos

São, ao contrário do que muitas pessoas pensam, benéficos para a saúde porque a gordura existente nos frutos secos, apesar de ser em muita quantidade, é poliinsaturada e pode ser utilizada em substituição da gordura saturada, como é o caso da gordura animal.

Desde que não seja em quantidades exageradas, porque são altamente calóricos, são excelente fonte de proteínas, vitaminas e minerais.

Três ou quatro nozes,  quatro ou cinco amêndoas ou avelãs, antes da refeição ajudam a diminuir o colesterol e a saciar.

Frutos tropicais

As frutas tropicais além de terem um aspecto bastante tentador, são óptimas para o bom funcionamento do sistema digestivo.

São muito variadas a nível energético sendo o ananás e o abacaxi os menos calóricos seguidos da papaia, da manga e, por fim, da banana e o côco.

Uvas

As uvas reduzem o risco de doenças cardiovasculares e da síndrome metabólica.

Os efeitos devem-se aos fitoquimicos e antioxidantes, como é o caso dos flavonóides, existentes nesta fruta em grande  quantidade.

As de coloração vermelhas são as mais indicadas porque possuem flavonóides em grande quantidade, que aumentam o bom colesterol, melhoram a circulação e previnem os danos nas artérias, diminuindo assim o risco.

O revesterol é uma substância das uvas pretas, que é antioxidante e ajuda a reduzir o mau colesterol aumentando o bom na corrente sanguínea.

Tem também uma acção anti-inflamatória prevenindo doenças pulmonares obstrutivas crónicas, como a asma e a bronquite.

Doenças cardiovasculares

Estudos provam que a alimentação  quando desequilibrada contribui para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

O excesso de sal, de gorduras, de açúcares de absorção rápida e de álcool na alimentação e a ausência de vegetais, legumes e frutas frescas, são dos principais factores de risco.

Para evitar o mau diagnóstico, a alimentação deve ser variada e polifraccionada, ou seja várias refeições ao longo do dia, com intervalos máximos de 3 horas.

Pêras e maçãs

As pêras e maçãs são importantes fontes de vitaminas e minerais e, para além disso, tem um alto poder desintoxicante que favorece o sistema imunológico tornando-o mais resistente a infecções.

Contêm peptina que é uma fibra solúvel que estimula os movimentos peristálticos do intestino contribuindo para o seu bom funcionamento.

Contêm também enzimas que ajudam o processo digestivo e a limpeza do intestino.

Desintoxicação

Depois do Verão, nada melhor que desintoxicar o organismo, eliminando gordura, açúcar, álcool e outras toxinas acumuladas durante a época de férias.

O consumo de alimentos com teores elevados de colesterol, sal e o aumento do peso, são as principais causas para se dar início a uma desintoxicação.

As dietas de desintoxicação, também chamadas de depurativas baseiam-se no consumo de  frutas, sumos naturais, vegetais, alimentos naturais não processados, farelos e infusões de ervas.

Estes planos alimentares não devem ser seguidos durante longos períodos de tempo, pois podem não ser equilibrados e comprometer a saúde.

Quando necessitar fazer uma desintoxicação consulte sempre um nutricionista.

Ameixa

A ameixa tem um alto poder laxativo e é recomendada contra a prisão de ventre pois tem uma concentração de fibra superior a qualquer outro fruto ou legume, principalmente depois de seca, o que a torna muito concentrada mas também muito calórica.

A ameixa madura tem um maior número de antioxidantes e por esse motivo é mais eficaz no combate a infecções.

O seu alto teor em vitamina C pode ser responsável por ter uma maior influência na absorção do ferro.

Obstipação

A prisão de ventre pode significar uma perturbação na digestão dos alimentos. As fezes não têm a consistência necessária para serem expelidas pelo intestino.

O combate à obstipação relaciona-se directamente com a sua causa, beber muita água, ter horários para evacuar não contrariando a vontade natural, fazer exercício físico e comer alimentos ricos em fibra pode ser a solução.

Melancia

A água, para além de a bebermos também a podemos ir buscar aos alimentos que consumimos. A melancia é uma óptima fonte de obtenção de água. Tem 95% de água na sua constituição. É uma fruta saborosa, fresca, muito apreciada no verão, óptima para matar a sede e baixa em calorias.

Água

A água além de ser a principal fonte de hidratação do nosso organismo, também é um meio de transporte de vários nutrientes, nomeadamente os hidrosolúveis como algumas vitaminas, por esse motivo se torna tão essencial.

A quantidade de água que cada pessoa tem de ingerir varia de indivíduo para indivíduo, mas quando começamos a sentir sede é sinal que já estamos a ficar desidratados.

A quantidade de água diária que deve ser ingerida por um adulto é em média 1,5 litro a 2 litros.

Cerejas

Existe na cereja um fitoquimico com propriedades antioxidantes com o nome  ácido elágico, que inibe o desenvolvimento e reprodução das células cancerígenas.

Antioxidantes

Os frutos vermelhos como as amoras, morangos, mirtilos e cerejas, e outros frutos e vegetais coloridos, são extremamente ricos em anti-oxidantes que são responsáveis por fortalecer o sistema imunológico, muitas doenças como as cardiopatias, doenças coronárias e certas formas de cancro estão associadas à escassez  de nutrientes anti-oxidantes.

Os alimentos que contêm vitamina C, E, betacarotenos, flavonóides, licopeno, selénio, zinco e cobre são chamados de nutrientes antioxidantes, e tem a função de reduzir o risco  de patologias crónicas devido à sua capacidade de defender o organismo dos radicais livres  gerados pela poluição, consumo de tabaco, álcool e fármacos.

Damascos

Damasco é uma fonte de vitamina A e beta-carotenos, que têm um papel importante na visão, na pele, no cabelo e nos ossos.

Um fruto poderoso de Verão, rico em ferro e fibras. Tem uma grande vantagem de poderem ser consumidos frescos, secos ou em conserva. Os secos são ainda mais nutritivos, no entanto mais calóricos.

Vitaminas

As vitaminas são essenciais para a manutenção de certas funções do organismo.

Adquiridas através da alimentação, apesar de também algumas, como a vitamina D, ser pela exposição solar.

A falta, assim como o excesso de algumas delas podem provocar doenças.

Fazer um alimentação saudável, variada e rica em frutas e legumes permite ao organismo adquirir as vitaminas necessárias nas doses recomendadas.

Morangos

Comer morangos ao pequeno-almoço ou a meio da manha, além de ser bastante agradável, vai conter uma quantidade considerável de anti-oxidantes, que são propriedade dos frutos vermelhos, de água e um baixo teor em calorias.

Não é aconselhável acrescentar natas e açúcar aos morangos uma vez que estes vão aumentar as calorias e a percentagem de gordura. Acrescentar um iogurte magro também é bastante agradável e muito menos calórico.

Pequeno-almoço

É sem duvida a refeição mais importante do dia, e como tal nunca se deve evitar.  Durante a noite passamos muitas horas sem consumir alimentos, por isso a primeira refeição do dia ser tão importante.

O que consumimos ao pequeno almoço vai não só influenciar a produção diária, como também a nossa disposição durante todo o dia.

Um pequeno almoço equilibrado que contenha lacticínios, cereais e fruta é meio caminho andado para ter um óptimo dia.

Ananás

O ananás para além de ser rico em bromelina, uma enzima proteoçitica com propriedades anti inflamatórias, anti alérgicas, anti bióticas e anti tumurais, é também um excelente diurético promovendo assim o combate à celulite.

Retenção de líquidos

A acumulação excessiva de água nos tecidos provoca inchaço e mau estar, este sintomas são mais comuns nas mulheres e principalmente em período pré-menstrual. Também pode estar relacionado com o mau funcionamento dos rins, problemas de circulação ou do sistema linfático.

Para combater este problema deve beber-se muita agua, fazer exercício físico, evitar o consumo excessivo de sal e alimentos ricos em sódio.

Abacate

Apesar de ser um fruto calórico, não deixa de ser essencial pois além de conter vitamina E é também uma excelente fonte de outros anti-oxidantes que combatem o mau colesterol promovendo o aumento do bom e assim prevenindo as doenças cardiovasculares.

Diospiros

Os diospiros contêm alto teor de vitamina A, B1, B2 e C. Têm ainda, hidratos de carbono, proteínas, sais e gorduras.

São óptimos para transtornos intestinais, dispepsia infantil, anemia, tuberculose, descalcificação, doenças das vias respiratórias e dores de estômago.

Gripes e constipações

Frequentes durante os meses de inverno, poderão ser atenuadas ou mesmo evitadas com o consumo de algumas frutas, nomeadamente os citrinos que são ricos em vitamina C ou acido ascórbico. Estes são um poderoso protector do sistema imunitário no combate às infecções.

Citrinos

Tomar um copo de sumo natural de laranja, limão ou outro citrino e adicionando umas gotas de própolis, é um excelente meio para passar um inverno sem constipações.

Recuperar depois das festas

Agora há que por o organismo a funcionar depois dos excessos cometidos durante o Natal.  O exercício físico é um bom começo, 30 minutos de caminhada por dia, num passo acelerado e regular é meio caminho andado para se voltar a por em forma.

nutricionista